Shakespeare, Dori e eu

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Sem contar o 1º post por ele ser de abertura, esse é, oficialmente, meu primeiro post de conteúdo do blog! E para fazer jus ao nome, ao momento da minha vida e a minha mente, já vou, de cara, falar de um assunto filosófico: identidade.
No ato III, cena I de Hamlet, lemos a frase " Ser ou não ser, eis a questão", conhecida por todos não por acaso, já que o inglês William Shakespeare sintetiza em poucas palavras o grande dilema humano enfrentado por seres humanos desde que o mundo é mundo: existência. 

Garanto que se minha mente pudesse gritar alguma coisa, ouviria isso. (O resto seriam letras de músicas!)
Por que é tão difícil escolher um caminho para seguir? Fazer uma escolha, por mais sonhadora que pareça e segui-la? Vestir a camisa, ter uma causa, um porquê, uma razão, ter uma estrada, segui-la sem olhar para traz? Como eu admiro aqueles que tem um objetivo fixo: desde a peixinha Dori e seu " continue a nadar", até aqueles que escolheram medicina por vocação e estão em seu 4º ano de cursinho com um único objetivo latejando em suas cabeças (o resto são fórmulas matemáticas!)
Infelizmente estou passando por esse momento delicado de não saber qual estrada seguir, depois de ter sido arremassada para fora dos portões do ensino médio com um diploma na mão, muitas fotos no facebook e piadas internas na mente, as cobranças do meu pai, a falta de dinheiro e a necessidade de ser, pela primeira vez, alguém na vida, me lembram da necessidade real dessa escolha, por mais que tenha protelado tanto, por mais que seja dolorida e por mais que por muitos anos ela foi colocada debaixo do tapete com um " ah, não sei o que vou fazer, falta muito tempo".
A verdade é o que tempo passou e cá estou eu com meus 18 anos, pensando sobre o que fazer a partir do dia 04/02...


Não tem jeito, acho que mais uma vez, a peixinha está certa:

   


Já se sentiu assim alguma vez? Comenta aí contando!




2 comentários:

  1. O texto caiu como uma luva pra mim rsrsrs. Ano passado passei pela mesma situação acabando o ensino médio, e o que fazer da vida...É realmente a unica solução é "continuar nadando".

    ResponderExcluir
  2. Serio, que bom que caiu como uma luva. E esse comentario foi lindo de ler..é o que eu mais quero messsmo! É? E como voce resolveu, amiga? Como tá? Beijos

    ResponderExcluir







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!